Previsão do Tempo
Tempo em
Francisco Beltrão

º | º

Após ‘pente fino’, mil famílias perdem Bolsa Família

Publicado em

Da assessoria

Secretária Ana Lucia Manfrói e Catiane Resinato, coordenadora do CadÚnico: redução no número de beneficiários é reflexo positivo

Secretária Ana Lucia Manfrói e Catiane Resinato, coordenadora do CadÚnico: redução no número de beneficiários é reflexo positivo

Nos últimos 12 meses, mais de um terço dos beneficiários do Bolsa Família em Francisco Beltrão deixaram de receber os valores repassados mensalmente pelo governo federal. Os cancelamentos ocorreram em virtude do desenquadramento das famílias aos critérios do programa, como a renda, após recadastramento da Secretaria de Assistência Social sugerida pelo Ministério de Desenvolvimento Social.

Das 2,8 mil famílias que recebiam o Bolsa Família no município, cerca de mil tiveram seus benefícios cancelados após a revisão da renda familiar. Mas isso não chega a ser um ponto negativo, segundo analisa a secretária Ana Lucia Manfrói. “Se uma família não se enquadra mais nos critérios do programa, é porque está vivendo em condições melhores, superando a pobreza, que é exatamente o objetivo do Bolsa Família”, diz.

Participam do programa famílias em condições de vulnerabilidade social e com renda de até R$ 140 per capita. Além dos R$ 32 que cada membro recebe, as famílias também participam de cursos oferecidos pelo Centro de Referência em Assistência Social (Cras) e podem ser incluídas em outros programas do governo federal.

 

Sistema acusa irregularidades

O recadastramento que começou a ser feito no ano passado é bem diferente dos anteriores. Antes, os beneficiários iam até a Secretaria atualizar o cadastro; agora, visitas são feitas nos domicílios para averiguar a situação das famílias em que há suspeita de desenquadramento do programa, segundo a coordenadora do CadÚnico, Catiane Resinato. “O próprio sistema do governo federal cruza informações do CPF dos beneficiários e indica se possuem Renavam de veículo de alto valor ou emprego com remuneração alta e nos repassa o alerta para fazermos a verificação”, explica.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *