Previsão do Tempo
Tempo em
Francisco Beltrão

º | º

Promoções por escolaridade beneficiam quase 400 servidores da Prefeitura em um ano

Publicado em

Da assessoria

Nesta semana, o prefeito em exercício, Eduardo Scirea, assinou mais de 60 novas progressões; na foto também o secretário de Administração, Saudi Mensor, e o diretor de RH da Prefeitura, Vilmo Dalbosco

Nesta semana, o prefeito em exercício, Eduardo Scirea, assinou mais de 60 novas progressões; na foto também o secretário de Administração, Saudi Mensor, e o diretor de RH, Vilmo Dalbosco

Desde que o Plano de Carreira dos servidores municipais de Francisco Beltrão entrou em vigor, em janeiro do ano passado, 392 funcionários da Prefeitura foram promovidos com base no avanço de escolaridade. Este número representa quase 40% do total de servidores contemplados com o plano.

Nesta semana, mais de 60 decretos com novas promoções foram assinados pelo prefeito em exercício, Eduardo Scirea, que considera a medida um “importante avanço para a motivação dos servidores”.

Uma das principais novidades para o funcionalismo municipal, a promoção por estudo prevê que os servidores que concluam cursos com titulação superior a da função que exercem tenham aumento salarial. Se um funcionário ocupa uma função de nível médio, por exemplo, e faz um curso de graduação, seu salário é reajustado em 10%, e ainda poderá ter novos aumentos de 12 e 18% caso continue estudando e faça pós graduações latu senso e strictu senso (mestrado), respectivamente.

Para o diretor do Departamento de Recursos Humanos da Prefeitura, Vilmo Dalbosco, a medida deve ter um benefício a médio e longo prazo na melhoria da qualidade do atendimento à população e prestação dos serviços pela Prefeitura. “O conhecimento que o servidor vai acumulado ao estudar para além daquilo que o cargo dele exige, aliado à valorização salarial que isso propicia, tem um reflexo claro na forma com que ele vai desempenhar os serviços públicos inerentes à sua função”, explica.

Além das promoções por escolaridade, que podem ser até três ao longo da carreira e chegar a 40% do salário, os servidores de Francisco Beltrão ainda possuem as promoções por tempo de serviços, que agregam 2% do salário ao vencimento a cada dois anos trabalhados.

 

“É oportunidade”, diz agente de limpeza universitária

A agente de limpeza pública, Ieda Hellmann, classifica como uma “oportunidade” a chance de poder conciliar o trabalho com os estudos e ainda poder ser valorizada. Ela está há seis anos na Prefeitura, em uma função que exige o ensino fundamental, mas desde então concluiu o ensino médio com habilitação em Magistério e agora se prepara para iniciar o terceiro ano da faculdade de Pedagogia na Unioeste.

“Minha família era do interior e a gente sempre teve que priorizar o trabalho ao invés dos estudos; somente depois dos 30 [anos] que casei e pude prosseguir com o que eu sonhava e agora não penso em parar de estudar porque estou tendo reconhecimento e oportunidade de fazer faculdade de manhã e trabalhar à tarde”, afirma, Ieda.

O marido da agente de limpeza, professor, é um dos principais motivadores dos estudos da mulher. E apesar do conhecimento, Ieda – que já se inscreveu no concurso da Prefeitura para Educador Social – não pensa em deixar o cargo em função da valorização salarial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *