Previsão do Tempo
Tempo em
Francisco Beltrão

º | º

Departamento de Vigilância em Saúde

A Secretaria Municipal de Saúde, seguindo o que preconiza o Ministério da Saúde e também a Secretaria Estadual de Saúde do Paraná, executa suas ações de Vigilância de modo integrado, através do Departamento de Vigilância em Saúde (DVS). Este Departamento tem suas ações voltadas às áreas de:

  • Vigilância Sanitária
  • Vigilância Ambiental
  • Vigilância Epidemiológica
  • Vigilância em Saúde do Trabalhador
  • Vigilância Nutricional

Instalado na sede da Prefeitura Municipal, junto a Secretaria Municipal de Saúde, o Departamento conta com toda a estrutura e equipamentos necessários para o desenvolvimento das atividades internas e externas.

 

RECURSOS HUMANOS

Desde 02 de março de 2009, assumiu o Departamento João Carlos dos Santos – Enfermeiro, que coordena uma equipe constituída por:

  • 01 médica
  • 01 farmacêutica
  • 01 odontóloga
  • 01 enfermeira
  • 01 arquiteta
  • 06 inspetores sanitários
  • 02 auxiliares de enfermagem
  • 01 coordenador de ações contra a dengue
  • 25 agentes de combate a dengue
  • 03 motoristas
  • 01 auxiliar administrativo

 

RECURSOS MATERIAIS

  • 03 veículos
  • equipamentos de informática
  • termômetros, câmara digital, turbidímetro, dosador de cloro e pH
  • sala de vacina equipada

 

AÇÕES DESENVOLVIDAS PELO DEPARTAMENTO

1- VIGILÂNCIA SANITÁRIA E AMBIENTAL

Têm objetivo de garantir ao usuário a segurança dos produtos consumidos, dos serviços oferecidos e do ambiente em que ele transita, trabalha e vive.

ATIVIDADES DESENVOLVIDAS:

  • Vistorias integradas com o Departamento de Fiscalização, para liberação de licença sanitária em todos os estabelecimentos industriais, comerciais e prestadores de serviços
  • Atendimento de rotina a reclamações e denúncias
  • Inspeção para liberação de habite-se em edificações comerciais e residenciais
  • Inspeção nas indústrias, comércios e depósitos de alimentos
  • Orientação e monitoramento dos estabelecimentos produtores e comercializadores de alimentos
  • Registro de alimentos e embalagens
  • Investigação de surto alimentar
  • Orientação e fiscalização em eventos (Expobel, Expofeira Mulher)
  • Ações integradas com outros órgãos, como: IAP, Polícia Florestal, Polícia Civil e Militar
  • Inspeção em estabelecimentos de ensino, públicos e particulares e em creches
  • Inspeção em salões de beleza, clínicas de massagens e estética
  • Orientação e coleta de animais peçonhentos
  • Orientação em saúde do trabalhador
  • Verificação e orientação nos casos de cisticercose
  • Inspeção nos hospitais, unidades de saúde, clínicas médicas, consultórios odontológicos, farmácias, distribuidoras de medicamentos e fábricas de saneantes
  • Análise e aprovação de projetos de interesse à saúde
  • Programa de Despoluição Ambiental – PDA
  • Programa Leite das Crianças
  • Verificação de animais agressores – Zoonozes
  • Verificação e orientação sobre morcegos e escorpiões
  • Orientação e coleta de animais peçonhentos
  • Vigilância da qualidade da água para consumo humano
  • Identificação e eliminação de focos e/ou criadouros do Aedes aegypti
  • Ações educativas em vigilância sanitária
  • Coletas de alimentos e produtos para análise laboratorial

 

2- VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA

  • Notificações de doenças e agravos e monitoramento (tuberculose, hanseníase, meningites e hepatites)
  • Investigação de óbitos maternos e infantis
  • Notificação e investigação de acidentes de trabalho
  • Monitoramento das Doenças Diarréicas Agudas
  • Digitação, controle e monitoramento dos Exames Citopatológicos
  • Acompanhamento e monitoramento dos exames de mamas alterados
  • Alimentação e controle dos programas de busca ativa
  • Codificação e óbitos e investigação de óbitos sem assistência médica
  • Imunização – distribuição de vacina e soro e alimentação do sistema de informação – PNI
  • Campanhas de vacinação
  • Avaliação e Monitoramento de pessoas que trabalham e/ou entraram em contato com chumbo

 

3 – VIGILÂNCIA EM SAÚDE DO TRABALHADOR

  • Fiscalização em estabelecimentos que trabalham na transformação de chumbo
  • Orientação sobre o uso de equipamentos, EPIs, EPCs
  • Orientação sobre as condições de trabalho (ambiente, instalações, água, ventilação, iluminação, banheiros), exames de saúde dos trabalhadores
  • Investigação de acidentes: óbitos e amputações

 

4- VIGILÂNCIA ALIMENTAR E NUTRICIONAL – SISVAN

  • Acompanhamento das Condicionalidades da Saúde dos beneficiários do Programa Bolsa Família – digitação dos dados coletados pelas unidades de saúde, referentes a peso e altura das crianças menores de 07 anos, mulheres em idade fértil e gestantes
  • Programa Leite das Crianças – vistoria nos pontos de distribuição e no veículo que transporta o produto

 

SISTEMAS DE INFORMAÇÕES

Ferramentas indispensáveis para transformar os dados coletados em informações úteis para a prevenção de agravos.

Sistemas utilizados no Departamento de Vigilância em Saúde:

  • SINAN: Sistema de Informação de Agravos Notificáveis
  • SIM: Sistema de Informação sobre Mortalidade
  • SINASC: Sistema de Informação de Nascidos Vivos
  • SISMAMA: Sistema de Informação do Câncer de Mama
  • SISFAD: Sistema de Informação da Febre Amarela e Dengue
  • SISHIPERDIA: Sistema de Informação de Hipertensos e Diabéticos
  • SICEP – Sistema de Informação de Coleta de Exames Preventivos
  • MDDA – Monitoramento de Doenças Diarréicas Agudas
  • SI-PNI – Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunização
  • SISAGUA – Sistema de Vigilância da Qualidade da Água para consumo humano
  • SINAVISA – Sistema Nacional de Vigilância Sanitária

Navegue