Previsão do Tempo
Tempo em
Francisco Beltrão

º | º

Prefeitura cobra área institucional mesmo em loteamentos de interesse social

Publicado em

Da assessoria

Saudi Mensor, Eduardo Scirea, prefeito Cantelmo Neto e Lauri Machado observam no mapa os terrenos institucionais do loteamento Cohabttran II, que será liberado nos próximos dias

Saudi Mensor, Eduardo Scirea, prefeito Cantelmo Neto e Lauri Machado observam no mapa os terrenos institucionais do loteamento Cohabttran II, que será liberado nos próximos dias

A Prefeitura de Francisco Beltrão está seguindo á risca o que diz a legislação municipal quanto à liberação de loteamentos. Além de terem que respeitar a chamada ‘cota de cheia’ – para que estejam fora de áreas de alagamento – os loteamentos também devem reservar parte da área para preservação ambiental e para uso institucional do poder público municipal, inclusive os que são de interesse social.

Um dos loteamentos que se enquadrou em todos os requisitos e deve ter o decreto de liberação assinado nos próximos dias é o Cohabttran II, entre o Padre Ulrico e a PR-566, na saída para Itapejara, onde o prefeito Antonio Cantelmo Neto e o vice, Eduardo Scirea, foram verificar pessoalmente a área destinada à Prefeitura.

“Temos uma política rigorosa dentro do planejamento urbano para que todos os loteamentos passem pelas inspeções técnicas para sua liberação, inclusive aqueles que são de interesse social, pois entendemos que o interesse público deve se sobrepor ao individual”, afirmou o prefeito Cantelmo Neto.

Segundo a legislação municipal, todos os loteamentos devem reservar 25% do espaço para arruamento, 8% para área de preservação ambiental e 7% para área institucional, que são lotes que ficam em nome da Prefeitura para receberem parques, praças e a construção de equipamentos públicos, como escolas e unidades de saúde. “É importante este acompanhamento para que o poder público não saia prejudicado e fique com espaços que sejam difíceis para construção ou mal localizados”, completa Neto.

O Loteamento Cohabttran II possui 180 terrenos e foi feito de forma cooperativa. No local, um dos terrenos institucionais será utilizado para a construção de uma unidade de saúde que também abrangerá parte da população do Padre Ulrico.

O secretário de Administração, Saudi Mensor, e o diretor da Cohabttran, Lauri Machado, também acompanharam a visita ao loteamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *