Previsão do Tempo
Tempo em
Francisco Beltrão

º | º

Testes de hepatites no Calçadão

Publicado em

O Dia Mundial de Combate as Hepatites Virais é celebrado em 28 de julho. Para marcar a data,  a Secretaria Municipal de Saúde de Francisco Beltrão, através do Serviço de Atendimento Especializado e do Centro de Testagem e Aconselhamento (SAE/CTA), e o SESC realizam uma mobilização no Calçadão, pela manhã, com a coleta de teste rápido e sensibilização da população, visto que o Sudoeste é uma região endêmica para Hepatite B e devido ao aumento do número de casos de Hepatite C nos últimos anos.

O público alvo é formado principalmente por pessoas que nunca foram testadas para tais enfermidades, ou seja, adultos com mais de 35 anos, pessoas que receberam transfusão de sangue antes de 1993 e adultos com casos de Hepatite B na família. Uma equipe de profissionais estará coletando testes rápidos para esta enfermidade. A expectativa é de que sejam atendidas mais de 300 pessoas. A Secretaria Municipal de Saúde convida a população para que compareça no Calçadão e faça o exame gratuitamente.

Hepatites Virais

As hepatites virais são um grave problema de saúde pública no Brasil e no mundo. Trata-se de uma inflamação do fígado causada por vírus. É uma doença silenciosa que nem sempre apresenta sintomas, mas, quando estes aparecem, podem ser cansaço, febre, mal-estar, tontura, enjôo, vômito, dor abdominal, pele e olhos amarelados, urina escura e fezes claras.

No Brasil, as hepatites virais mais comuns são as causadas pelos vírus A, B e C. Milhões de pessoas no país são portadoras dos vírus B ou C e não sabem. Elas correm o risco de as doenças evoluírem (tornarem-se crônicas) e causarem danos mais graves ao fígado, como cirrose e câncer. Por isso, é importante ir ao médico regularmente e fazer os exames de rotina que detectam a hepatite.

Todas as Unidades de Saúde de Francisco Beltrão têm profissionais capacitados para a realização dos testes e o SAE/CTA realiza acompanhamento dos pacientes com diagnóstico de Hepatites B ou C. Nos últimos doze anos em que este trabalho é realizado foram registrados 670 pacientes com Hepatites Virais (B ou C).

Formas de Contágio

Contágio fecal-oral: condições precárias de saneamento básico e água, de higiene pessoal e dos alimentos (Vírus A);

Transmissão sanguínea: Sexo desprotegido ou  compartilhamento de  seringas, agulhas, lâminas de barbear, alicates de unha e outros objetos que perfuram ou cortam (vírus B, C e D);

Transmissão Vertical: Da mãe para o filho durante a gravidez ou parto quando não realizam acompanhamento adequado durante o pré-natal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.