Previsão do Tempo
Tempo em
Francisco Beltrão

º | º

Suplemento Alimentar nos CMEIs

Publicado em

Cerca de 300 crianças de três centros municipais de Educação Infantil (CMEIs) de Francisco Beltrão passaram a receber um suplemento alimentar na merenda escolar. A ação é do Programa Saúde na Escola, dos Ministérios da Educação e da Saúde. Em Francisco Beltrão está sendo desenvolvido em parceria pelas secretarias municipais de Educação e Saúde, com a coordenação da nutricionista Joelen Raiana Favaro Ries e da economista doméstica Andréa Nesi Wessler.

De acordo com Andréa, o município desenvolveu este projeto em 2015 e agora está sendo retomado. Ela relata que a ação consiste na adição de um sachê (1g) em uma das refeições diárias das crianças contendo vitaminas A, D, E, C, B1, B2, B6 e B12, niacina, ácido fólico, ferro, zinco, cobre, selênio e iodo. As crianças com idade entre 6 meses e 48 meses recebem a suplementação por 60 dias, com intervalo de 4 meses para absorção do ferro e dos demais micronutrientes, e na sequencia novo ciclo de 60 dias para completar a ação.

Relata também que a fortificação com micronutrientes em pó e tão efetiva como a suplementação com ferro no tratamento da anemia, no entanto, possui melhor aceitação em função dos reduzidos efeitos colaterais quando comparado à administração de suplemento de ferro isolado. A estratégia está sendo realizada nos CMEIs Diva Martins (Padre Ulrico), Idalino Rinaldi (Sadia) e Mundo Encantado (Novo Mundo).

Antes de iniciar o programa, Andréa e Joelen se reuniram com os pais para esclarecer os objetivos desta iniciativa e os benefícios para as crianças. Na na sequência a ação teve início na prática. “Pela experiência de 2015 a nossa conclusão é que as crianças comem melhor e absorvem os nutrientes de maneira satisfatória, além da questão da prevenção de doenças”, comenta Andréa.

A Organização Mundial da Saúde recomenda a fortificação dos alimentos com micronutrientes, como alternativa à suplementação com ferro isolado, com o intuito de aumentar a ingestão de vitaminas e minerais em crianças. Estudos também demonstram redução de deficiência de ferro em 51% e anemia em 31% nas crianças menores de 5 anos. Segundo a OMS, a anemia é a condição na qual o conteúdo de hemoglobina no sangue está abaixo do normal como resultado da carência de um ou mais micronutrientes.

IMG_1516

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *