Previsão do Tempo
Tempo em
Francisco Beltrão

º | º

Saúde alerta sobre a prevenção da Meningite

Publicado em

A secretaria municipal de Saúde de Francisco Beltrão está repassando orientações para a comunidade sobre atitudes de prevenção em relação a meningite. Neste ano não foi registrado nenhum caso no município, mas ocorrências aconteceram no Estado e no País. No final de setembro em  Virmond, Região Central do Paraná, foram seis casos de meningite meningocócica, caracterizando um surto da doença.

Foram acometidos pela doença crianças, adolescentes e adultos jovens, com idade entre 16 e 31 anos (sendo que dois deles compartilharam narguilé) e os duas crianças, de 6 e 8 anos. Em 2017, foram notificados 1.052 casos de meningite meningocócica no Brasil, 215 deles na Região Sul, a segunda com maior número de notificações. Em função dos registros, a secretaria municipal de Saúde de Beltrão orienta quanto aos sintomas e, principalmente, as formas de prevenção da doença.

 

Doença – A meningite meningocócica é uma doença transmitida por via respiratória, através de gotículas de saliva expelidas por meio da fala, espirro, tosse, beijo ou compartilhamento de objetos pessoais.

Sintomas – Os principais sintomas da meningite são febre alta repentina, dor de cabeça, rigidez de nuca, vômito e em alguns casos também aparecem manchas na pele. É importante ressaltar que nos bebês nem sempre há febre, mas um choro persistente, irritabilidade e moleira inchada. Mesmo sem apresentar sintomas, alguns indivíduos podem ser transmissores da doença, o que determina medidas de prevenção, como evitar  aglomeração de pessoas.

Prevenção – A melhor forma de prevenção da meningite é manter os ambientes ventilados, evitar aglomerações e não compartilhar objetos de uso pessoal, como copos, talheres, canudos, entre outros. A prevenção é feita com medidas como lavar as mãos, alimentar-se bem, evitar contato com secreção oral de pacientes com infecções virais ou bacterianas sem tratamento, além da vacinação. A Secretaria Municipal de Saúde orienta principalmente as escolas, creches, ônibus de transporte coletivo e empresas onde existe uma maior aglomeração de pessoas, que sempre mantenham os ambientes arejados e ventilados, mantendo as janelas abertas para que haja circulação do ar.

Esquema vacinal preventivo para meningites na infância:

Vacina BCG: prevenir formas graves da tuberculose – uma dose ao nascer

Vacina pentavalente: difteria/tétano/coqueluche/Haemophilus b/ Hepatite B

Três doses: aos 2,4 e 6 meses (considerando apenas Haemophilus b)

Vacina Pneumococo 10 valente: dez sorotipos de Pneumococos: 4,6B, 9V, 14, 18C, 19F, 23F, 1, 5 e 7F.

Duas doses: aos 2 e 4 meses + um reforço aos 12 meses

Vacina Menigocócica C conjugada: (Meningo C)

Duas doses: aos 3 e 5 meses + um reforço aos 12 meses

Uma dose: Adolescentes de 11 a 14 anos

Esquema vacinal preventivo para meningites – adulto/idoso:

Vacina Pneumocócica 23 valente: (23 sorotipos de pneumococos: todos os sorotipos da vacina 10 valente + os sorotipos 3, 19A, 2, 8, 9N, 10A, 11A, 12F, 15B, 17F, 20, 22F e 33F).

Uma dose + um reforço após 5 anos (somente com indicação médica)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.