Previsão do Tempo
Tempo em
Francisco Beltrão

º | º

Região Sul da cidade ganha duas novas unidades de saúde

Publicado em

Da assessoria

A Secretaria de Saúde de Francisco Beltrão iniciou nesta sexta (24) a implantação de novas unidades de saúde inaugurando as UBSs que atenderão os bairros Industrial, São Cristóvão e Água Branca. Ao longo da próxima semana, mais oito unidades serão postas em funcionamento em diversos bairros de Beltrão e na comunidade de KM 20.

“Em nosso município estamos conseguindo manter a estabilidade política e econômica necessária para estarmos, em uma época de insegurança como agora, ampliando os serviços públicos em uma área que é prioritária em nosso governo: a Saúde”, afirmou o prefeito Antonio Cantelmo Neto durante a inauguração, que aconteceu em dois atos. “Estas novas unidades representam um grande avanço no acompanhamento e prevenção e permitem um atendimento gratuito e de qualidade mais próximo dos pacientes”, completou o prefeito.

A secretária de Saúde, Rose Mari Guarda, o vice Eduardo Scirea, vereadores, moradores dos bairros atendidos pelas novas UBSs, lideranças comunitárias, empresariais e representantes de entidades e órgãos governamentais também participaram das solenidades.

A nova unidade do Industrial funciona próximo à igreja do bairro; já no São Cristóvão, a UBS fica no loteamento Sul II e também atenderá moradores do Água Branca a partir de agora. Cada unidade possui sala de vacina e curativos, consultórios médicos e odontológicos, recepção, farmácia e espaço para reuniões e procedimentos básicos de saúde.

O investimento total nas 11 novas UBS construídas em Beltrão chega a R$ 8 milhões contando terrenos, construção e equipamentos. A grande maioria dos recursos foi viabilizada junto ao governo federal, através do Ministério da Saúde, com contrapartida do Município. O Estado participou com R$ 345 mil para equipar três unidades.

Todas as equipes que irão atuar nas novas unidades já estão contratadas e trabalhando na rede municipal de saúde. Cada nova UBS terá médico, enfermeiro, agentes de saúde, odontólogo, técnicos e auxiliares trabalhando em período integral. Pelo menos seis unidades terão atendimento de profissionais do programa Mais Médicos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *