Previsão do Tempo
Tempo em
Francisco Beltrão

º | º

Prefeiturá terá apoio voluntário para uniformizar protocolos de atendimento na saúde

Publicado em

Da assessoria

Dr. Leonardo Aranha com a secretária Rose Guarda e prefeito Cantelmo Neto; até o final do ano, médico irá colaborar no processo de implantação dos protocolos

Dr. Leonardo Aranha com a secretária Rose Guarda e prefeito Cantelmo Neto; até o final do ano, médico irá colaborar no processo de implantação dos protocolos

O médico anestesista Dr. Leonardo Aranha irá auxiliar a Secretaria de Saúde de Francisco Beltrão na implantação de protocolos de atendimento nas unidades de saúde e Upa 24 Horas. O profissional irá prestar o serviço de forma voluntária e pretende colaborar na realização do diagnóstico da rede de saúde e na aproximação da comunidade médica com as novas diretrizes de atendimento.

“Para nós que acreditamos muito no papel do Sus e em maneiras de oferecer saúde pública de forma eficiente,  aceitar o convite para poder colaborar na implantação dos protocolos é gratificante. Esperamos auxiliar neste processo, em que o papel do profissional médico é fundamental para o sucesso das mudanças”, afirma o médico, que foi recebido pelo prefeito Antonio Cantelmo Neto e secretária de Saúde, Rose Mari Guarda.

Dr. Aranha é formado pela Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) e já atuou como diretor clínico e técnico da Policlínica São Vicente de Paula, na direção técnica durante a implantação do Hospital Regional, como plantonista da Usav (Unidade de Suporte Avançado de Vida) do Samu e no Comitê de Óbitos da 8ª Regional de Saúde. O médico irá colaborar com a Secretaria até o final do ano, período em que tirou licenças e férias dos serviços que presta junto do Estado.

 

Padronização dos atendimentos

A Secretaria de Saúde já vem trabalhando a alguns meses na elaboração dos protocolos. Agora, a equipe técnica que atua no processo irá formular um diagnóstico da rede de saúde para implementar os protocolos, que visam padronizar o atendimento, tratamento e encaminhamento de pacientes na rede de atenção básica e intermediária, como as unidades de saúde e Upa 24 Horas.

Segundo a secretária Rose Mari Guarda, a consolidação do processo trará uma série de benefícios aos usuários da saúde pública do município. “O objetivo é estabelecer um padrão que trate todos os usuários de forma igualitária, conforme o caso, prestando um atendimento uniformizado”, explica Rose.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *