Previsão do Tempo
Tempo em
Francisco Beltrão

º | º

Prefeitura intensifica combate ao Aedes para prevenir pico de proliferação do mosquito

Publicado em

Em Beltrão, além do reforço no número de agentes nas ruas, instituições como o Exército, clubes de serviço e associações de moradores estão em campanha para orientar população

Da assessoria

Desde o início do ano a Secretaria de Saúde de Francisco Beltrão tem intensificado as ações de combate ao Aedes aegypti, o mosquito transmissor da dengue, zika, e chikungunya. Após o reforço das equipes com agentes de saúde e temporários, agora instituições como clubes de serviço, associações de moradores e até o Exército estão indo a campo para orientar os moradores sobre o risco de manter focos de larvas.

Esta semana já iniciou com uma grande força tarefa que envolveu mais de 300 pessoas entre agentes de saúde e endemias e soldados do 16º Esquadrão de Cavalaria Mecanizado. “O combate ao mosquito é algo sério e com o qual as pessoas devem se preocupar, afinal, o espaço de cada um é de sua responsabilidade e nós, enquanto poder público, temos feito todos os esforços possíveis para evitar uma proliferação maior de larvas do Aedes”, afirmou  a secretária de Saúde, Rose Mari Guarda, durante o início da ação, no calçadão central.

Durante todo o dia, as equipes percorreram cerca de quatro mil residências nos bairros São Miguel, Cantelmo, Sadia, Presidente Kennedy, Seminário e Miniguaçu, que registram os maiores índices de infestação na cidade. O último levantamento da Secretaria de Saúde apontou que de cada 100 residências, mais de três possuem focos de larvas e oito casos autóctones e seis importados de dengue já foram registrados no município.

A disponibilização de pessoal e equipamentos pelo Exército Brasileiro ao combate ao mosquito Aedes é uma diretriz nacional e acontece desde a última semana. Em Beltrão, 120 militares estão nas ruas acompanhando o trabalho de visitas as casas e orientação aos moradores e, no município, Defesa Civil e Corpo de Bombeiros também estão auxiliando a operação deflagrada pela Prefeitura.

 

Pico de proliferação em março

Para o prefeito Antonio Cantelmo Neto, apesar da situação de controle do Aedes, o momento é de reforçar ao máximo o combate aos focos de larvas para amenizar o pico de proliferação do mosquito, que acontece em março. “Beltrão já viveu uma epidemia de dengue e por essa questão sempre será suscetível a novos casos da doença, além de que no ano passado não tivemos um frio rigoroso; tudo isso tem contribuído para um aumento dos focos de larvas, por isso estamos intensificando o máximo o combate ao Aedes, para evitar seu pico de proliferação, em março”, afirmou Neto aos agentes e soldados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *