Previsão do Tempo
Tempo em
Francisco Beltrão

º | º

Crianças devem ser vacinadas

Publicado em

A campanha de vacinação contra a gripe entra na reta final, com encerramento previsto para o dia 26 de maio. Em Francisco Beltrão, de acordo com a secretaria municipal de Saúde, o índice de cobertura geral é considerado bom e a 76,32% da meta, mas no caso das crianças de seis meses a quatro anos, está abaixo da expectativa, com apenas 44% da meta cumprida até o momento. A vacina é considerada totalmente segura e fundamental como medida de prevenção, inclusive para evitar óbitos.

Em Francisco Beltrão fazem parte dos grupos prioritários 22 mil pessoas. No entanto, 80% da meta já é considerado satisfatório. Isto equivale a 16.874 pessoas. Até o momento receberam a imunização 12.870 pessoas, o que corresponde a 76,32%, da meta. No caso das crianças menores de cinco anos, 2.148 foram imunizadas, índice que corresponde a 44% da meta. No sábado, 13 de maio, Dia D da vacinação, 1.068 pessoas receberam a vacina no município.

Para mudar este quadro em relação as crianças, a Secretaria de Saúde está realizando um trabalho de sensibilização junto aos pais para chamar a atenção com relação à importância de levar as crianças aos postos de saúde. Segundo o diretor da secretaria, Fernando Brás Pauli, os agentes comunitários de saúde também estão conscientizando a população.

A mobilização tem o objetivo de conter o avanço da doença no inverno, quando as baixas temperaturas ampliam a circulação dos vírus causadores de doenças respiratórias. A vacina está disponível em todas as unidades de saúde. Um diferencial é o Centro de Saúde da Cango, que atende das 7:00 horas até as 19:00 horas sem fechar ao meio dia, facilitando o acesso para dos pais que tem dificuldade de comparecer no horário convencional de funcionamento das unidades de saúde.

Os grupos prioritários são: idosos a partir dos 60 anos; crianças na faixa etária de seis meses a quatro anos, 11 meses e 29 dias; gestantes; mulheres até 45 dias após o parto; portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais; trabalhadores da saúde; professores das escolas públicas e privadas; população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

campanha-vacina-gripe-sus

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *