Previsão do Tempo
Tempo em
Francisco Beltrão

º | º

“Qualquer redução é retrocesso”, avalia Cantelmo Neto sobre número de vereadores

Publicado em

Da assessoria

Para o prefeito, mais vagas aumentariam representatividade; número ideal seria de 15 vereadores

Para o prefeito, mais vagas aumentariam representatividade; número ideal seria de 15 vereadores

O prefeito de Francisco Beltrão, Antonio Cantelmo Neto, se manifestou nesta quarta-feira sobre o debate acerca do número ideal de vereadores para o município. O prefeito disse que respeita as decisões do Legislativo, mas avalia que “qualquer redução na quantidade de vereadores é retrocesso”.

“É uma falsa ideologia esta de que precisamos de menos vereadores, como chegou a ser defendido. Acredito que se estamos vivendo um momento em que é preciso formar novas lideranças, não devemos, de forma alguma, querer limitar ou até reduzir a participação e a representatividade das pessoas nas instituições políticas”, afirmou Neto.

Atualmente, Beltrão tem dez vereadores, mas poderia ter até 17, conforme permite a legislação.  Na visão do prefeito Cantelmo Neto, a Câmara poderia continuar com dez cadeiras ou até chegar ao que considera um número ideal, de 15 vereadores, com discussões posteriores sobre salário.

O prefeito cita o exemplo da gestão de 1993/96, quando houve um aumento de 11 para 15 cadeiras na Câmara e ele próprio, além do ex-prefeito Wilmar Reichembach e da deputada estadual Luciana Rafagnin foram eleitos. “Este é um claro exemplo de como o aumento de vereadores oportuniza novas lideranças, a exemplo do Reichembach, que já foi prefeito, vice e agora postula como pré-candidato a deputado e da já deputada Luciana, quando, inclusive, tivemos as primeiras mulheres vereadoras, a Luciana e Lurdes Pazzini”, diz Cantelmo Neto.

“Se houveram avanços no país, com maior poder de compra da população, qualidade de vida e democratização, foi graças aos movimentos políticos, desde as Diretas Já, da qual participei, até os mecanismos mais recentes e que foram construídos com participação, por isso defendo que a Câmara volte a ter a representatividade que teve no passado”, finaliza o prefeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *