Previsão do Tempo
Tempo em
Francisco Beltrão

º | º

Prefeitura e sindicato debatem a readequação do Plano de Carreira dos professores

Publicado em

Da assessoria

Prefeito Neto e secretário Viro de Graauw estiveram reunidos com representantes do Sintepfb

Prefeito Neto e secretário Viro de Graauw estiveram reunidos com representantes do Sintepfb

Em reunião durante quase toda a tarde, representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública de Francisco Beltrão (Sintepfb) debateram com o prefeito Antonio Cantelmo Neto e o secretário de Educação, Viro de Graauw, sobre a readequação do plano de Carreira dos professores do Município, nesta terça-feira.

A Prefeitura negociou o que o prefeito caracterizou como um “voto de crédito” para estudar melhor a proposta no ano que vem, quando a folha de pagamento sofrerá os primeiros impactos do Plano de Carreira dos servidores. “Nós temos um plano que está aprovado, que compreende todas as categorias de servidores, e devemos analisar o impacto que ele trará no orçamento para, concomitantemente a isto, formular a proposta de valorização dos professores, tendo condições de ver até onde poderemos ir”, afirmou Cantelmo Neto na reunião da tarde.

O Sintepfb solicitava o envio imediato da proposta para a Câmara, no entanto, admitiu que poderia negociar com a classe um prazo até junho do ano que vem para que a matéria fosse votada pelos vereadores. “Fiquem com a certeza de que a demanda está acolhida e que, diante do nível de conversa e entendimento que temos, analisaremos o impacto da proposta dos professores”, ressaltou Neto.

Os principais pontos da proposta referem-se à hora atividade, em que é requerido 33% do horário de aula, e uma resolução sobre a ampliação da jornada de trabalho, em que servidores concursados para 20 horas/semanais passaram a trabalhar 40 horas sem recolhimento dos encargos trabalhistas desta jornada a mais.

Cantelmo Neto também informou que o projeto de lei que altera a remuneração dos educadores infantis para que passem a receber o piso nacional já está pronto e será enviado à Câmara para votação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *