Previsão do Tempo
Tempo em
Francisco Beltrão

º | º

Prefeito Neto cumprirá agenda em Brasília; Scirea volta com recursos garantidos

Publicado em

 

Da assessoria

Nesta quarta e quinta-feira, o prefeito de Francisco Beltrão, Antonio Cantelmo Neto (PMDB)) estará na capital federal. O prefeito terá audiência com o ministro dos Esportes, Aldo Rebelo, para tratar da viabilização de recursos para revitalizar o Arrudão, principal ginásio esportivo do município. Ainda nesta quarta, Neto estará no ministério das Cidades tratando sobre projetos de mobilidade urbana.

Já na quinta, o compromisso será na Confederação Nacional dos Municípios (CNM), onde o prefeito tratará sobre as condições para o aumento de repasse do FPM (Fundo de Participação dos Municípios). Como a estimativa populacional para o próximo ano, levantada pelo IBGE, é de 84.437 pessoas, o município poderá elevar seu índice de FPM dos atuais 2,6 para 2,8, oq eu significa maior repasse de recursos.  “Considerando a estimativa populacional de Beltrão, podemos passar a um novo índice na tabela do FPM”, explica o prefeito.

O secretário do Esporte, Édio Vescovi, e o procurador jurídico do Município, Luiz Ramme, acompanharão o prefeito nas audiências em Brasília.

 

Liberação de unidades de saúde

Enquanto o prefeito Neto seguia para a capital federal, o vice e secretário de Planejamento, Eduardo Scirea (PT), voltava de dois dias de compromissos com bons resultados, como a liberação de 11 novas unidades de saúde para o município, feitas pelo Ministério da Saúde. São mais de R$ 4,5 milhões, que serão investidos em unidades nos bairros Padre Ulrico (Conjunto Esperança), Jardim Floresta, São Francisco, São Cristovão, Seminário/Miniguaçu, Jardim Itália, Sadia, Marrecas e Cantelmo, além do KM20, no interior.

Scirea também esteve no Ministério de Desenvolvimento Agrário, onde encaminhou o projeto para revitalização da Feira do produtor, que contempla a construção de uma cobertura fixa no local, além de discutir o projeto desenvolvido pela Secretaria de Desenvolvimento Rural denominado Água Boa junto à Funasa, que prevê a construção de 57 casas de química nos poços de água do interior.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *