Previsão do Tempo
Tempo em
Francisco Beltrão

º | º

Audiência Pública aprova Guarda Municipal

Publicado em

O prefeito de Francisco Beltrão, Cleber Fontana, participou na noite de segunda-feira (05) da Audiência Púbica na Câmara de Vereadores que tratou da criação da Guarda Municipal. A audiência foi sugerida pelo vereador José Carlos Kniphoff, para melhor discutir o projeto encaminhado pelo prefeito, especialmente em relação ao impacto financeiro que a criação da guarda poderá gerar.

O prefeito Cleber fez a defesa do projeto, que pretende iniciar com 30 agentes, argumentando que a administração fez um estudo dos custos e que eles estão dentro da realidade financeira do município. “Os recursos virão da economia que estamos fazendo em algumas áreas, com redução de secretarias e cargos comissionados, para poder sobrar dinheiro para aplicar onde realmente precisa”, explicou o chefe do executivo beltronense.

Cleber disse ainda que a ideia surgiu a partir da análise do quadro de pessoal da prefeitura, com a falta de vigilantes e dificuldades de cuidar do patrimônio público. “Além disso a segurança pública é, junto com a saúde e a educação, umas das principais preocupações da população”, argumentou.  Com o auditório lotado de lideranças políticas, da área de segurança e da comunidade, muitas pessoas fizeram uso da palavra e, de maneira praticamente unânime, se posicionaram a favor da proposta.

O capitão Rogério Pitz, comandante da 2ª Companhia do 21º Batalhão da Polícia Militar, falou em nome da instituição e apoiou a criação da Guarda Municipal. “A guarda não é concorrente com as atividades da Polícia Militar. Num primeiro momento ela poderia atuar, por exemplo, mais na parte preventiva, em locais onde a PM não se faz presente a todo momento, como nos logradouros públicos”, argumenta o comandante.

O delegado chefe da 19ª Subdivisão Policial, Valderez Scalco, também se manifestou favorável. “É um instrumento fantástico pra ajudar na segurança pública. Os senhores e as senhoras não têm ideia de como a guarda pode nos auxiliar”, completou ele.

O comandante do Grupamento do Corpo de Bombeiros, Major Antonio Schinda, procurou valorizar o possível apoio da guarda à Defesa Civil do município. “Além do trabalho preventivo, ela pode auxiliar em grandes eventos e também em ações da defesa civil, já que teríamos 30 homens formados e treinados, trabalhando em parceria. Isso ajuda muito”, completa o Major.

Ao final da audiência, o prefeito Cleber Fontana se mostrou satisfeito com o andamento da proposta. “Foi um debate de alto nível, com grande participação da população e das autoridades da segurança pública, pessoas que realmente conhecem do assunto. Acredito que foram tiradas todas as dúvidas em relação ao projeto”, afirmou o prefeito.

A Câmara de Vereadores deve colocar em votação nas próximas sessões o projeto do Executivo. O prefeito está otimista quanto a sua aprovação e da viabilidade da proposta. “Eu não tenho dúvidas de que a guarda, em parceria com as demais forças de segurança, vão fazer um grande trabalho e trazer uma sensação melhor de segurança para a nossa população”, conclui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *