Previsão do Tempo
Tempo em
Francisco Beltrão

º | º

Iniciada nesta semana, dragagem do Lonqueador será feita por mais de 3 km

Publicado em

Desassoreamento do rio que corta a cidade será feito desde o Industrial até desaguar no Marrecas; trabalhos devem durar mais de dois meses

Da assessoria

O morador Alcides Boelter, prefeito Cantelmo Neto e o diretor de Urbanismo Abel Vitto observam o primeiro trecho da dragagem do Lonqueador, que iniciou nesta semana

O morador Alcides Boelter, prefeito Cantelmo Neto e o diretor de Urbanismo Abel Vitto observam o primeiro trecho da dragagem do Lonqueador, que iniciou nesta semana

Cerca de 100 cargas de dejetos já foram retiradas de dentro do rio Lonqueador, no trabalho de limpeza e desassoreamento desenvolvido em conjunto pelas secretarias de Desenvolvimento Rural, Urbanismo e Meio Ambiente. O rio, que corta a cidade pela parte Sul até o Centro, receberá os serviços de dragagem em toda sua extensão dentro do perímetro urbano, desde o Complexo Esportivo João Cantu, no bairro Industrial, até desaguar no Marrecas, um percurso de mais de 3 km.

Em visita ao local nesta terça-feira, o prefeito Antonio Cantelmo Neto (PMDB) conversou com moradores das margens do rio e constatou a necessidade da dragagem. “Tivemos, nos últimos anos, períodos de intensas chuvas que trouxeram terra, pedras e fez crescer a vegetação ao longo do rio. Isso, no entanto, não estava dando fluidez a correnteza e ocasionando alagamentos em alguns pontos”, explicou o prefeito.

Para o trabalho, são utilizados de três a quatro dos novos caminhões adquiridos pela Prefeitura na última semana e que estão cedidos pela Secretaria de Desenvolvimento Rural. Uma escavadeira com um “braço” adaptado que pode chegar a 13 metros de comprimento também é utilizada na dragagem. Ela retira a lama do rio e carrega nos caminhões, que conduzem até o descarte, num espaço retirado da cidade.

A Secretaria de Urbanismo prevê que o serviço prossiga durante os próximos 60 dias caso o tempo colabore. Além do desassoreamento, equipes também atuam na limpeza da parte externa do rio, paralela a marginal, e após a dragagem, farão a limpeza das ruas sujas pelo lodo que cai dos caminhões.

Nos pontos em que seja possível, será feita a limpeza em ambos os lados do rio, segundo explica o secretário José Carlos Vieira. “Na maioria do percurso, a escavadeira vai retirar os dejetos pelos dois lados, mas é um trabalho minucioso, pois temos que retirar a sujeira de dentro sem que o muro de contenção ceda”, diz. O Lonqueador recebeu a última dragagem em 2010.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *