Previsão do Tempo
Tempo em
Francisco Beltrão

º | º

Durante campanha, unidades de saúde farão exames de Aids e hepatites

Publicado em

Os postos de saúde do São Miguel, Padre Ulrico, Pinheirão e Pinheirinho estarão realizando os exames, com resultado em 15 minutos

Da assessoria

 Prefeito Cantelmo Neto fala a enfermeiros e agentes de saúde durante abertura da Semana de Prevenção às DSTs

Prefeito Cantelmo Neto fala a enfermeiros e agentes de saúde durante abertura da Semana de Prevenção às DSTs

Quatro unidades de saúde de Francisco Beltrão receberam kits de diagnósticos rápidos e tiveram profissionais capacitados para realizar os exames que identificam a Aids e hepatites B e C. A ação faz parte da Semana de Prevenção às DSTs e Aids, aberta nesta segunda-feira, durante cerimônia no SEA/CTA, o serviço que presta atendimento aos pacientes destas doenças.

Durante o evento o prefeito Antonio Cantelmo Neto disse que o enfrentamento às doenças sexualmente transmissíveis depende da mudança de comportamento das pessoas. “A atenção a este tipo de doença é bastante complexa, pois está ligada ao comportamento das pessoas e que, portanto, precisa passar por uma mudança cultural para ter maior efeito”, disse. A secretária de Saúde, Rose Mari Guarda, e a diretora de Vigilância em Saúde, Bernadete de Sousa, também acompanharam o evento.

Os postos de saúde do São Miguel, Padre Ulrico, Pinheirão e Pinheirinho estarão realizando os exames nesta semana. Durante todo o ano, é possível ter um diagnóstico no Serviço de Assistência Especializada, que funciona ao lado do 24 Horas e disponibiliza os resultados em apenas 15 minutos. Para os casos positivos, os pacientes são atendidos pelo CTA (sigla de Coleta, Testagem e Acompanhamento), que conta com serviço de psicóloga e médico infectologista para acompanhar o tratamento dos soropositivos.

Para a secretária Rose Mari Guarda, é importante que a população faça o exame para que tenha acompanhamento especializado nos casos positivos. “O ideal mesmo é prevenção, mas quando houver algum descuido, é preciso que as pessoas colaborem procurando realizar o exame e tendo um acompanhamento especializado, tudo muito sigiloso”, afirma. A Secretaria de Saúde estima que para cda caso notificado de HIV, outros cinco não são notificados.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *