Previsão do Tempo
Tempo em
Francisco Beltrão

º | º

CIT terá espaço para formação e pretende aproximar tecnologia da população

Publicado em

Programa será implantado através do Ministério da Ciência,Tecnologia e Inovação e conta com emenda de R$ 500 mil da deputada Leandre Dal Ponte

Da assessoria

Prefeito em exercício, Eduardo Scirea, deputada Leandre Dal Ponte e secretária Jovelina Chaves na apresentação do Centro Vocacional

Prefeito em exercício, Eduardo Scirea, deputada Leandre Dal Ponte e secretária Jovelina Chaves na apresentação do Centro Vocacional

O Centro de Inovação de Tecnologia de Francisco Beltrão (CIT-FBE) irá ganhar os dois primeiros laboratórios através de um programa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI). Chamado de Centro Vocacional, o projeto será voltado à formação de profissionais na área e inclusão digital e foi apresentado na segunda-feira (21) pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico (Semdetec).

“A ideia é que possamos preparar pessoas para trabalhar com tecnologia da informação em diferentes demandas, para empresas da cidade e de forma autônoma, abrindo espaço para quem tem interesse em formações básicas e avançadas”, explicou a secretária da pasta, Jovelina Chaves. O evento de apresentação do projeto reuniu os chamados ativos tecnológicos, instituições parceiras do CIT-FBE e a deputada federal Leandre Dal Ponte, que viabilizou emenda parlamentar junto ao governo federal para implantar o programa e trouxe a nota de empenho dos recursos.

A implementação do Centro Vocacional está orçada em R$ 500 mil, sendo 70% deste valor para a montagem dos laboratórios e compra de equipamentos e o restante para contratação de profissionais que farão a orientação técnica das pesquisas por dois anos. Além do espaço de tecnologias abertas, que terá maior envolvimento com a comunidade, o centro envolve ainda o desenvolvimento de projetos especializados na área de TI voltados à educação, empreendedorismo, realização de eventos e pesquisa aplicada.

Para o prefeito em exercício, Eduardo Scirea, o espaço será importante para incentivar a criação de novas tecnologias e produtos e serviços inovadores. “Creio que esta será uma maneira de democratizar o acesso ao desenvolvimento de tecnologia em Beltrão e que marca a atuação do CIT junto com as entidades e empresas parceiras”, destacou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *