Previsão do Tempo
Tempo em
Francisco Beltrão

º | º

Seis comunidades do interior recebem mais de R$ 300 mil em implementos

Publicado em

Da assessoria

Prefeito Cantelmo Neto e o deputado Zeca Dirceu fizeram a entrega dos equipamentos, em evento na linha Osvaldo Cruz

Prefeito Cantelmo Neto e o deputado Zeca Dirceu fizeram a entrega dos equipamentos, em evento na linha Osvaldo Cruz

Mais uma remessa com trator e implementos agrícolas adquiridos através de convênio com o governo federal foi entregue pela Prefeitura a comunidades do interior de Francisco Beltrão. As associações de moradores de seis localidades assinaram os termos de comodato dos equipamentos nesta quarta-feira, durante evento na linha Osvaldo Cruz.

“Temos uma participação forte do governo federal na liberação de recursos para vários setores do município, principalmente para a agricultura familiar, que produz riqueza e a distribui de forma proporcional”, afirmou o prefeito Antonio Cantelmo Neto durante a entrega. Ao todo, mais de R$ 300 mil foram investidos na compra dos equipamentos; a grande maioria dos recursos oriunda do governo federal.

O comodato é o documento que oficializa uma espécie de empréstimo dos equipamentos para as comunidades. Agora, as associações de moradores ficam responsáveis pela manutenção e pelo empréstimo dos implementos aos seus associados. Esta remessa contemplou uma patrulha agrícola (Km 30), plantadeira (Rio 14), uma plaina (Rio Gaiola), dois colhedores de forragem (Linha Guanabara e Hobold) e carreta metálica e pulverizador (Rio Saudade).

Os equipamentos foram adquiridos através de uma emenda parlamentar do deputado federal Zeca Dirceu, que também participou da entrega. “A gente conhece a realidade das famílias que vivem no campo e sabe o quanto é importante que os governos tenham mecanismos para facilitar a vida dos produtores rurais, especialmente em uma região que é baseada na agricultura familiar, como a de Beltrão”, disse o deputado.

 

Implementos reivindicados pelas comunidades

Os equipamentos cedidos às seis comunidades foram reivindicados ainda no ano passado durante a elaboração do Orçamento Participativo, em que as associações elencaram suas principais necessidades e estão começando a ser contempladas. “Nós viemos debater com as comunidades quais eram as necessidade e agora começamos a supri-las”, resumiu a secretária de Desenvolvimento Rural, Daniela Celuppi.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *