Previsão do Tempo
Tempo em
Francisco Beltrão

º | º

No interior de Beltrão, dejetos de animais poderão virar fonte de energia

Publicado em

Da assessoria

Equipe da Secretaria de Desenvolvimento Rural se reuniu com representantes da CI Biogás para desenvolver o projeto

Equipe da Secretaria de Desenvolvimento Rural se reuniu com representantes da CI Biogás para desenvolver o projeto

A Secretaria de Desenvolvimento Rural pretende implantar os primeiros biodigestores no interior do município em propriedades rurais através de um projeto em parceria com a Itaipu Binacional. Na semana passada, representantes da empresa CI Biogás estiveram na cidade para articular os primeiros passos do projeto, que em uma fase experimental irá contemplar cinco propriedades e uma comunidade rural com biodigestores individuais e coletivo.

O projeto ainda está na fase inicial e depende de uma série de etapas para ser concretizado, principalmente a que envolve o financiamento dos equipamentos. “Todo o projeto, com as etapas de implantação e busca de recursos, já está teorizado; agora, vamos começar a colocá-lo em prática”, explica a secretária de Desenvolvimento Rural, Daniela Celuppi.

A proposta da Secretaria é selecionar cinco propriedades para instalação em caráter experimental dos biodigestores individuais e uma comunidade para uma unidade coletiva.

O biodigestor é um equipamento em que são depositados dejetos de animais – ou mesmo resíduos domésticos e de indústrias – e que pelo processo de biodegradação gera o biometano, que pode ser convertido em energias térmica, elétrica e veicular. “Como temos muitas propriedades que trabalham com suínos, bovinos e aves, o projeto é bastante viável: os produtores podem ter uma fonte de energia na própria propriedade e ainda vender o excedente”, explica a secretária Daniela.

O próximo encontro entre Prefeitura e CI Biogás acontece em abril. O projeto pretende captar recursos junto a Itaipu Binacional e Sebraetec para financiar os equipamentos, que custam cerca de R$ 150 mil cada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *