Previsão do Tempo
Tempo em
Francisco Beltrão

º | º

Lombadas eletrônicas começam a funcionar no domingo

Publicado em

Da assessoria

As lombadas eletrônicas instaladas em frente à Unisep (foto) e na Atílio Fontana passaram por aferição e começam a operar no próximo domingo, dia 1º

As lombadas eletrônicas instaladas em frente à Unisep (foto) e na Atílio Fontana passaram por aferição e começam a operar no próximo domingo, dia 1º

As lombadas eletrônicas instalas na avenida União da Vitória e Atílio Fontana – as primeiras da cidade – começarão a funcionar no próximo domingo, dia 1º, com velocidade máxima de 40 km/h. Os equipamentos estão instalados há mais de um mês e passaram por aferição para poder entrar em funcionamento, com o objetivo de controlar a velocidade de veículos em trechos perigosos.

Uma das barreiras está instalada em frente a Unisep, local de grande circulação de pedestres que reclamavam do iminente risco de acidente devido a alta velocidade dos veículos. O outro equipamento vai funcionar na altura da Damazini Móveis, na Atílio Fontana, onde o excesso de velocidade motivou até um abaixo assinado dos moradores do bairro Júpiter, que têm dificuldade atravessar a avenida.

“Estamos recebendo muitas reclamações de abusos de velocidade em diversos pontos da cidade. Nestes dois locais, fizemos um estudo que constatou a necessidade de atender aos pedidos e instalar os equipamentos para dar maior segurança tanto para os pedestres quanto aos próprios condutores”, justifica o diretor do Departamento Beltronense de Trânsito (Debetran), Rudimar Czerniaski, que irá reforçar a sinalização em ambos os locais.

Diferentemente dos radares, as barreiras eletrônicas mostram em um painel a velocidade em que o veículo está trafegando, garantindo maior atenção dos motoristas. “Nosso objetivo não é multar os infratores, mas ter um mecanismo que force os condutores a andar dentro dos limites de velocidade que dão segurança ao tráfego de todos. Como não queremos fazer algo de maneira sorrateira e buscamos dar maior transparência possível, optamos pela instalação das barreiras, que mostram a velocidade de cada veículo”, explica Czerniaski.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *