Previsão do Tempo
Tempo em
Francisco Beltrão

º | º

Aumento na destinação de lixo ao aterro obriga Prefeitura a ampliar coleta de recicláveis

Publicado em

Da assessoria

A Prefeitura estima que pouco mais de 10% do lixo produzido pela população vai para a reciclagem

A Prefeitura estima que pouco mais de 10% do lixo produzido pela população vai para a reciclagem

Uma experiência da Prefeitura iniciada nesta semana pela área central de Francisco Beltrão pretende reduzir a destinação de resíduos ao aterro sanitário do município. Com a ampliação nos dias de recolhimentos dos materiais recicláveis, a Secretaria de Meio Ambiente quer incentivar a correta destinação deste tipo de resíduo, que comumente é descartado junto com material orgânico.

“Identificamos que a área central da cidade tem a maior quantidade de recicláveis no lixo comum, que é recolhido e levado ao aterro, por isso estaremos ampliando os dias de coleta de recicláveis”, explica a secretária Joice Barivieira. Na área central, a Coleta Seletiva, feita pela equipe da Associação de Catadores de Papal (Ascapabel) somente aos sábados agora também acontece às terças-feiras, às 17 horas.

Atualmente, todos os bairros da cidade possuem a Coleta Seletiva. Apesar disso, diariamente cerca de 65 toneladas de lixo vão para o aterro sanitário, quantidade bem acima da média nacional de geração de lixo por pessoa, que é de 800 gramas. A Prefeitura estima que pouco mais de 10% do lixo produzido pela população vá para a reciclagem.

 

EPS

Outra iniciativa em parceria com a Ascapabel é sobre a coleta de EPS, o isopor. A partir deste mês, quem tem o material em grande quantidade poderá lavá-lo à sede da associação, onde uma máquina virá fazer a reciclagem. Antes, o isopor era enviado a Santa Terezinha de Itaipu para ser reciclado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *