Previsão do Tempo
Tempo em
Francisco Beltrão

º | º

Prefeitura arrecadou mais e gastou menos nos primeiros meses do ano

Publicado em
Prefeito Cantelmo Neto faz a prestação quadrimestral de contas da Prefeitura, acompanhado pelos vereadores Alfonso Bruzamarello e Valmir Tonello, relator e presidente da Comissão de Finanças e Orçamento da Câmara

Prefeito Cantelmo Neto faz a prestação quadrimestral de contas da Prefeitura, acompanhado pelos vereadores Alfonso Bruzamarello e Valmir Tonello, relator e presidente da Comissão de Finanças e Orçamento da Câmara

Os resultados financeiros do governo municipal de Francisco Beltrão entre janeiro e abril são positivos, segundo mostrou a prestação quadrimestral de contas do Município. Os números apresentados pelo prefeito Antonio Cantelmo Neto durante audiência pública nesta sexta-feira apontam para uma arrecadação 7% maior que a prevista e uma economia de quase 10% em despesas.

Mas a situação, segundo avaliou o prefeito, é normal para o período. “É típico do início do ano arrecadarmos mais, em função do pagamento dos IPTUs e IPVAs; é uma situação de caixa que não se mantém regular ao longo do ano, por isso também nos precavemos em reduzir as despesas, para que tenhamos fôlego para investimentos e uma situação financeira estabilizada”, explicou Cantelmo Neto, que, após a apresentação, entregou a prestação de contas à Comissão de Finanças e Orçamento da Câmara.

Nos primeiros quatro meses, a previsão de arrecadação era de R$ 61 milhões, mas a arrecadação foi de R$ 65,8 mi. Enquanto isso, as despesas, que estavam previstas em R$ 60,8 milhões foram de apenas R$ 54,9 mi. Neste ano, a previsão orçamentária do município é de R$ 183 milhões.

Durante a audiência, pública, o prefeito também apresentou o endividamento a curto e longo prazo, que foi acrescida em virtude da regularização do Prevebel de 15 anos atrás e atualmente é de R$ 28 milhões. O gasto com pessoal nos últimos doze meses é de 41,97% e o de educação no quadrimestre ficou em 22,8%.

Na saúde, índice está acima do mínimo exigido

Também nesta sexta, a Secretaria de Saúde fez sua prestação de contas do quadrimestre, em que avaliou os trabalhos de toda a rede nos primeiros quatro meses do ano. Neste período, foram investidos 19,43% do orçamento na área, índice acima do mínimo exigido na Constituição Federal – de 15%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *