Previsão do Tempo
Tempo em
Francisco Beltrão

º | º

Ideia de empresários motiva Prefeitura a criar fundo para concessão de terrenos

Publicado em

Da assessoria

A criação do Prodetec foi sancionada pelo prefeito em exercício, Eduardo Scirea, segunda-feira, na Câmara

A criação do Prodetec foi sancionada pelo prefeito em exercício, Eduardo Scirea, segunda-feira, na Câmara

Há cinco anos o beltronense Artur Machado resolveu criar sua própria indústria de portas e janelas, após passar um período trabalhando no ramo madeireiro no Mato Grosso. Devido às dificuldades em encontrar espaço para abrigar a empresa, pensou em montar o negócio em outra cidade, mas em pouco tempo foi contemplado pela Prefeitura com um terreno no Distrito Industrial Ulderico Sabadin, no Padre Ulrico.

O negócio que começou pequeno, com apenas um barracão e sete funcionários, aos poucos foi sendo incrementado pelo empresário. Hoje, além do nome – maior patrimônio segundo o proprietário – a Portas Machado tem 50 colaboradores e uma área construída de 2,8 mil m2. Mas isso por enquanto, porque com a possibilidade de agora poder adquirir o espaço que lhe foi cedido e financiar crédito, seu Artur quer aumentar em 30% o espaço e investir R$ 1 milhão em equipamentos.

“A gente está deixando de crescer porque não tem como produzir mais e aí a empresa fica meio estagnada por não ter como fazer um financiamento, por exemplo, já que o terreno não é nosso, é da Prefeitura”, explica Machado, que junto com a associação formada pelos empresários do distrito industrial, fomentou a ideia de que cada empresa já instalada colabore para um fundo para adquirir áreas que serão cedidas a outras empresas por intermédio da Prefeitura.

Nesta semana, com a sanção do Programa de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico (Prodetec), a ideia dos empresários virou lei e já poderá beneficiar 19 das 26 empresas do Ulderico Sabadin. O projeto foi formatado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico (Semdetec) e, além de ser uma iniciativa pioneira para outros municípios da região, deverá reduzir a fila de espera de empresas que buscam apoio do poder público para se instalar, de que hoje é de cerca 120.

O ciclo do empreendedorismo

O Prodetec estipula que empreendedores instalados em terrenos da Prefeitura se reúnam em associação e possam adquiri-los através de incentivos. O dinheiro vai para um fundo que financiará a compra de novas áreas que serão permutadas com a Prefeitura, cedidas a outros empresários e estes também as comprarão e assim por diante. “É como se fosse um ciclo, em que o empresário recebe um incentivo para se estabelecer, cresce, compra o terreno e possibilita que outros empreendedores também tenham a mesma oportunidade”, explicou o prefeito em exercício, Eduardo Scirea, durante a aprovação da lei, segunda-feira, na Câmara de Vereadores.

Para o presidente da associação de empresários do Ulderico Sabadin, Gilnei Loss, a criação do Prodetec poderá aumentar a capacidade das empresas e irá gerar mais renda ao município. “Muitas empresas estavam espremidas, sem condições de fazer um empréstimo ou investir mais porque as instalações estão em um terreno público, mas agora poderão contratar mais, gerar mais impostos e ajudar a manter os índices que o município tem na geração de empregos”, diz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *